Tecnologia e vendas: o que nenhum computador pode programar

Muitas vezes a evolução tecnológica impressiona. A cada dia surge algo novo que revoluciona nossas vidas e que muda até mesmo a forma como nós vendemos. Porém, por mais que tecnologia e vendas devam andar lado a lado, se o que você busca é o sucesso como vendedor precisa ter em mente que ferramentas tecnológicas sozinhas não farão você vender mais!

Espírito de equipe, força de vontade e empatia não podem ser programados por computador, mas são os itens que de fato fazem a diferença no desempenho de um profissional de vendas.

Pensando em convencê-lo disso trago hoje um exemplo que vem da ficção…

Aprenda com os estágiários

tecnologia e vendas

“Os estagiários” é um filme que conta a história de dois vendedores de relógios. Certo dia, eles descobrem que a empresa para a qual trabalhavam fechou. O chefe deles, então, coloca a culpa na tecnologia. Segundo ele, hoje em dia ninguém mais compra relógio, já que dá para ver que horas são usando o celular. E conclui a demissão dos dois dizendo: “Vocês foram ótimos vendedores. Mas admitam: são jurássicos”.

Com esse cenário nada animador, os dois saem em busca de novos empregos. Porém, apesar da grande experiência e conhecimento que eles têm em vendas, ambos não entendem quase nada de tecnologia e encontram dificuldade em se recolocar no mercado.

Até que um deles sugere que façam uma entrevista para entrar em um programa de estágio do Google. Mesmo mal sabendo lidar com computador, eles conseguem entrar no programa, pois os recrutadores levaram em conta a experiência dos dois.

É claro que eles acabam pagando muitos micos, mas com o decorrer do tempo aprendem tudo o que precisam saber sobre o Google e conseguem cumprir as provas. Além disso, a equipe deles sai na frente por conta de alguns diferenciais que as máquinas não podem calcular: força de vontade, espírito de equipe, carisma e empatia.

Veja o trailer abaixo:

Lições em vendas com “Os Estagiários”

  • Conhecimento tecnológico é importante, sim, mas nenhuma tecnologia serve se não conseguir alcançar as expectativas e necessidades dos clientes;
  • Não importa quantas novidades tecnológicas apareçam, o que você aprendeu em sua jornada profissional não precisa ficar de lado. Alie a tecnologia à experiência para ganhar ainda mais conhecimento e potencializar os resultados;
  • Trabalho em equipe é essencial. Seja qual for o tamanho das diferenças entre os integrantes de um time, se permanecerem unidos e confiarem uns nos outros todos podem sair ganhando com conhecimentos que se complementam em busca de um objetivo comum;
  • Os personagens precisaram de um empurrão para tirar o atraso tecnológico. Não se acomode e vá sempre em busca de novidades que possam melhorar seu trabalho;
  • Conhecer o produto e conhecer o público são questões essenciais – esteja você usando carta ou e-mail para se comunicar com os clientes.

Termino esse artigo com uma fala inspiradora do recrutador Google:

“O que fizeram como equipe foi conectar as pessoas. Conectaram essas pessoas à informação. E mais do que isso, vocês ousaram sonhar. Apesar de suas óbvias e impressionantes limitações, nunca desistiram do sonho”.

claudiodiogo_releaseEntão, o que você faz para conectar as pessoas ao seu produto/serviço? O que você faz para alcançar os seus sonhos?

Assista o filme, reflita sobre essas questões e depois compartilhem comigo suas impressões e aprendizados. Esse nosso trabalho em equipe também é essencial para o seu sucesso!

Claudio Diogo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *