Em vendas, mais vale um na mão do que dois voando!

 

 

perfil_claudio_diogo_home_tekoare_oPor Claudio Diogo

Há alguns dias, fui a uma loja comprar um presente para uma de minhas filhas e enquanto era atendido por um vendedor uma outra pessoa interessada nos produtos da loja parou ao nosso lado.

O vendedor, visivelmente sem saber o que fazer, deu-me um sorrisinho amarelo e foi logo fazendo à outra cliente a clássica (e falha) pergunta “Posso ajudar?”.

Depois disso, uma série de erros se sucederam. Ele ficava dois minutos com ela, dois minutos comigo. Buscava uma cor diferente de um produto para mim e enquanto eu a analisava voltava ao estoque pegar outro tamanho para ela.

Naquela confusão, percebi que eu não era o único incomodado com isso. A outra cliente se mostrava impaciente, irritada com a perda de tempo que estava sendo aquela tentativa de compra.

Em poucos minutos, nós dois, cada um a seu tempo, olhamos para o vendedor e dissemos: “vou dar uma circulada. Volto mais tarde”.

Só posso resumir essa cena com o seguinte ditado popular: “[em vendas] mais vale um na mão do que dois voando”. Afinal, se o vendedor tivesse se preocupado apenas comigo, ou talvez apenas com ela, ele muito provavelmente teria fechado uma venda. Eu estava muito interessado no que ele tinha a me oferecer. E ela também parecia ter certeza de que o que precisava comprar estava ali.

Mas nenhum dos dois teve a atenção que merecia. E os dois voltaram para casa de mãos abanando.

Moral da história

A lição que trago para você ao apresentar essa história é simples: não procure atender dois clientes ao mesmo tempo. Os resultados não serão bons nem para você, nem para eles.

Ao se deparar com uma situação como esta, olhe ao seu redor e observe se há outro vendedor que possa atender o cliente que acaba de entrar na loja. Caso não haja, terminei aquele momento da negociação com o cliente atual, receba o novo cliente com um belo sorriso e converse rapidamente com ele descobrindo o que lhe interessa.

Depois, deixe-o à vontade falando algo como: “Estou atendendo outro cliente, mas já vou me dedicar a você. Por favor, vá olhando esta maravilhosa coleção, você vai gostar”. Além disso, solicite que alguém lhe sirva uma água ou um café e, então, volte sua atenção novamente ao primeiro cliente pedindo desculpas por essa espera.

Você só pode (e só consegue!) atender um cliente de cada vez. Procure preparar sua empresa para esse tipo de situação e tenha sempre o que oferecer para o cliente que vai esperar (algo para beber, uma revista, catálogos, novidades, etc.). No mesmo sentido, nem pense em atender ao telefone e deixar um cliente esperando. Esse tipo de atitude só trará resultados negativos para você.

Tenha isso em mente, atenda UM CLIENTE POR VEZ e venda mais!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *