Coaching: as dúvidas mais comuns

Coaching - FAQTodos os dias me deparo com diversos questionamentos sobre Coaching. Hoje mesmo, ao terminar uma palestra, um cliente veio me perguntar:

– A senhora poderia falar um pouco mais sobre Coaching? Tenho muita vontade de fazer, mas não sei como funciona.

Aproveitando o gancho, escrevo este artigo para responder as perguntas mais frequentes que recebo. Afinal, é minha (desafiante) missão ajudá-lo.

Vamos lá?

1) COACHING É UM PROCESSO INDIVIDUAL OU EM GRUPO?

Pode ser feito das duas maneiras. 

Explico.

Ele começou como um processo individual, focado no desenvolvimento das metas de uma pessoa ou de uma mesma equipe, mas hoje alguns profissionais, principalmente nos EUA, estão propondo o Coaching Group, em que é possível trabalhar de forma simultânea um número maior de pessoas, não necessariamente da mesma empresa ou equipe.

Mas para isso alguns cuidados precisam ser tomados, por exemplo: é mais interessante se todos os integrantes do grupo tiverem metas parecidas, pois assim podem se ajudar mais e enriquecer as trocas quando são da mesma área ou ramo de atuação.

Ou seja, o mercado de Coaching está em evolução. E isso ajuda muito a melhorar ainda mais o desenvolvimento dos profissionais que fazem uso dessa ferramenta.

2) QUANTO TEMPO DURA O PROCESSO DE COACHING?

O processo pode variar. Alguns profissionais gostam de reuniões semanais, mas minha experiência mostrou que quando trabalhamos com encontros de 15 em 15 dias damos mais tempo para que os coachees (profissionais que estão passando pelo processo de Coaching) coloquem em prática seus desafios. Desta forma conseguem cumprir melhor com as tarefas e metas do Processo.

converse3) DEVO PROCURAR UM PROFISSIONAL NEUTRO OU POSSO FAZER COACHING COM ALGUÉM QUE CONHEÇO?

Essa questão é interessante e depende do nível de envolvimento que você tem com o professional que conhece. Se for uma pessoa próxima, que você tenha um contato frequente ou que tenha um vinculo afetivo com você, não é indicado. Em função disso, o professional pode “aliviar” suas dificuldades ou ser condescendente com a falta de entrega de uma tarefa ou meta. Acredito que a nautralidade funciona melhor e o vínculo fica concentrado no processo de Coaching.

4) MEU CHEFE PRECISA SABER E ACOMPANHAR O PROCESSO DE COACHING QUE VOU FAZER?

Veja, o processo é sempre do profissional que está passando pelo Coaching (o coachee). E a ética nos assegura que devemos manter as informações apenas entre o profissional e o cliente. Todavia, quando o Coaching é contratado pela empresa, muitas vezes o líder imediato quer fazer parte do processo. Assim, envolvemos o líder em algumas situações (para o ajuste de metas ou desafios da área ou da empresa), mas sempre na presença do cliente que passará pelo processo de Coaching.

5) QUANTO CUSTO O PROCESSO DE COACHING?

Gosto de explicar que o custo com o Coaching é muito pequeno perto do profissional que você pode se tornar com a ajuda dele.

Quando o processo é individual, o custo é mais alto, como acontece com as aulas particulares, por exemplo. Mas mesmo assim é baixo perto dos resultados trazidos e da mudança profissional.

ana-artigas-2Peça uma proposta customizada para você pelo telefone 41-3343-2819 ou pelo e-mail contato@tekoare.com.br e vamos atendê-lo para que possa experimentar esse processo, focado na ampliação do seu desempenho e melhorando sua possibilidade de atingir metas e objetivos efetivos.

Sucesso!

Ana Artigas

PS: Quer saber mais sobre Coaching antes de contratar o serviço? Clique aqui e leia todos os artigos que já publicamos sobre o assunto.

[gravityform id=”4″ name=”Contrate Ana Artigas”]

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *